Adicionar ao saco de compras
Voltar ao catálogo

Dimensões: 230p., 15,0x22,5 | 450g
Edição: Dafne, Porto
Data: Dezembro de 2010
DL: 320238/10
ISBN: 978-989-8217-10-3
Preço: Dezassete euros e dezassete cêntimos
Design: Pedro Nora
João Carlos Pires Brigola
Os viajantes e o 'livro dos museus'
As colecções portuguesas através do olhar dos viajantes estrangeiros (1700-1900)


Ao longo dos séculos XVIII e XIX, numerosos viajantes estrangeiros relataram as suas visitas às colecções e museus de Portugal. Este livro recolhe e sistematiza esses textos, escritos quase sempre em língua inglesa, francesa ou castelhana, por homens que se ocupavam com as artes da guerra, a escrita, a diplomacia ou a erudição naturalista.
Esta antologia ajuda a fixar, com maior nitidez, a ideia que temos vindo a construir dos primeiros museus portugueses, caracterizando a integração dos jardins e dos edifícios na paisagem urbana, a dimensão das áreas de exposição, as propriedades físicas dos espécimes, os métodos de classificação e de exibição, a importância das colecções e sua função didáctica, os discursos científicos adoptados, a competência e o desempenho profissional dos responsáveis, a ligação entre o funcionamento dos museus e a situação política do país.
Através dos olhares destes viajantes, muitas vezes excêntricos, quase sempre preconceituosos e cruéis, por vezes judiciosos e certeiros, obtém-se um retrato da cultura setecentista e oitocentista que, dada a natureza multidisciplinar dos textos – da literatura, da história, da crítica de arte, da ciência e da antropologia – se oferece à descoberta da paisagem museológica portuguesa. 


Este livro é co-editado com o Centro de História de Arte e Investigação Artística (CHAIA) e com o apoio do Centro de História e Filosofia da Ciência (CEHFCi) da Universidade de Évora.

JOÃO CARLOS PIRES BRIGOLA (Lisboa, 1955). Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (1977) e doutorado em História/Museologia pela Universidade de Évora (2001). Autor do livro Colecções, gabinetes e museus em Portugal no séc. XVIII (FCG-FCT, 2003). É professor na Universidade de Évora e na Universidade Nova de Lisboa e Director do Instituto Português de Museus.



Heinrich Friedrich, Flore Portugaise

Título
X