Adicionar ao saco de compras
Voltar ao catálogo

Dimensões: 232p., 15,0x22,5
Edição: Dafne Editora, Porto
Data: Dezembro de 2017
DL: 434102/17
ISBN: 978-989-8217-41-7
Preço: Dezassete euros e dezassete cêntimos
Design: Manuel Granja
Domingos Tavares
Transformações na Arquitectura Portuense
O caso António da Silva


António da Silva foi engenheiro da transição para o século XX que projectou as casas de um dos grupos mais dinâmicos da estrutura comercial do Porto. A sua obra reflecte a ânsia de representação pública de uma nova burguesia culta, liberal e progressista que procurava na moda europeia a imagem da afirmação e da mudança. Ao associar o palacete romântico ao chalé importado, fixou pormenores da linguagem clássica numa renovada sintaxe arquitectónica, transformando também a cidade. Este livro explora essas lógicas subjacentes ao impulso colectivo de progresso, perseguindo no Porto os processos de criação da cidade moderna. O progressivo deslocamento da tradicional casa burguesa para periferias socialmente mais consideradas corporizou uma nova dimensão urbana e permite compreender a arquitectura como motor da configuração dos espaços onde se desenrola a vida, quer no plano da individualidade das famílias, quer na criação da imagem colectiva da cidade.

Este livro foi co-editado pela Dafne Editora e pelo Centro de Estudos de Arquitectura e Urbanismo da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto.

DOMINGOS TAVARES (Ovar, 1939) é arquitecto e Professor Emérito da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, onde ensinou desde 1985 a disciplina que deu origem às Sebentas de História da Arquitectura Moderna publicadas pela Dafne Editora desde 2003. Autor dos livros Da Rua Formosa à Firmeza (Faup, 1985) e Francisco Farinhas Realismo Moderno (Dafne, 2007).



António da Silva. Palacete António Fonseca em Estarreja, 1901. Foto Rui Pinheiro

Título
X