Voltar ao catálogo

Dimensões: 15,0x22,5 cm, 26p.
Edição: Dafne Editora
Data: Maio de 2014
Preço: Gratuito
Design: João Guedes / Dobra
Trás-os-Montes
Pedro Costa, Ví­tor Gonçalves e António Belém Lima


António Belém Lima Creio que este filme é um filme nostálgico, o que é perigoso, ou pelo menos problemático, quando precisamos de ser fortes e de perceber a actualidade, que é complexa. Mas isso não tem a ver com o facto, como o filme magistralmente mostra, de cada um ter um início e de o início se constituir de todas as experiências, desde aquelas brincadeiras no rio a partir o gelo… É assim que se constrói a nossa atitude de relação com as coisas. É evidente, o miúdo de Tras‑os‑Montes tem um ambiente, o de Lisboa tem outro, mas há muita coisa de fundacional, e de fundamental, que é semelhante e, diria, anterior a nós. Isto não significa que a arquitectura que vamos fazer hoje tenha de carregar mimeticamente estas experiências, mas também já vimos como o filão do positivismo se esgotou…

João Bénard da Costa …Estou de acordo consigo, não vejo tristeza. Nostalgia sim, a nostalgia dos realizadores. Aí, sim, acho‑o muito nostálgico, no sentido de uma coisa que está a desaparecer e que se vai perder, vai perder‑se aquilo que ainda está ali e que eles foram os últimos a filmar. Hoje já não é possível fazer este filme. Só era possível fazer o filme com outra gente, noutro sítio: uma história escrita. Não era possível ir aos sítios e filmar com as pessoas.


António Belém Lima, Associações Bairro Alagoas, 2007. Foto FG+SG

Título
X