Voltar ao catálogo

Dimensões: 20p., 15,0x22,5
Edição: Dafne Editora, Porto
Data: Setembro de 2009
DL: 246357/06
ISBN: 1646-5253
Preço: Gratuito
António Baptista Coelho
Entre casa e cidade
A humanização do habitar


É dado assente que um dos objectivos da arquitectura é construír espaços para o Homem habitar. E o bom senso faz desejar que essa construção seja um contributo positivo para a vida do indivíduo, do seu grupo social e da sociedade em geral. Com tantos indivíduos a construir formam-se cidades. Porque razão será que essa construção tende à deshumanização? Porque será que se constrói, tantas vezes, tão mal? Serão realmente inevitáveis todos os conflitos que decorrem da construção das casas dos homens e das cidades?

Este Opúsculo não procura respostas para estas perguntas. Com um sentido francamente positivo, procura definir, a partir da construção de habitação colectiva de promoção pública, em Portugal e nos últimos 20 anos, princípios de boas práticas úteis para a concepção do projecto de arquitectura e a construção da cidade.

ANTÓNIO BAPTISTA COELHO (Sítio da Nazaré, 1956) é arquitecto pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa, doutor pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, investigador principal com habilitação no Núcleo de Arquitectura e Urbanismo do Laboratório Nacional de Engenharia Civil, presidente da direcção do Grupo Habitar e vice-presidente da Nova Habitação Cooperativa. Publica regularmente e é editor do blog-revista http://infohabitar.blogspot.com.



Conjunto do “Telheiro”, São Mamede de Infesta, arquitecto Manuel Correia Fernandes, Matosinhos, 2002.

Título
X