Título
X
 
 

Esta semana Agosto e Luis Buñuel
O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal

20 de Novembro de 2014



Esta semana, na Cinemateca Portuguesa, em Lisboa, será apresentado o livro O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal, um volume compacto com mais de 400 páginas que reúne o conjunto de fascículos que têm vindo a ser disponibilizados online. Na quinta-feira, pelas 21h30, o arquitecto José Neves irá fazer a apresentação do livro e de uma dupla de filmes de Luis Buñuel que é lapidar no debate sobre "o lugar dos ricos e dos pobres", numa perspectiva que extravasa a circunscrição portuguesa que caracteriza a escolha de filmes e autores do livro.

Entretanto, está já disponível o nono fascículo, relativo ao filme Agosto, que pode ser descarregado gratuitamente (versão PDF) no site da Dafne Editora. Este fascículo corresponde à transcrição da conversa entre Jorge Silva Melo e Pedro Maurício Borges, moderada por José Neves e João Bénard da Costa (1935-2009), em Fevereiro de 2008, na sequência da projecção do filme Agosto, de 1988.

 

DESCARREGUE AQUI O SEU FASCÍCULO GRATUITO

OU COMPRE O LIVRO ATRAVÉS DA DAFNE EDITORA

 

20 DE NOVEMBRO / 21H30 / CINEMATECA PORTUGUESA

LAS HURDES

&

EL ANGEL EXTERMINADOR

de

Luis Buñuel

No dia 20 de Novembro pelas 21H30, terá lugar na sala Dr. Félix Ribeiro da Cinemateca Portuguesa, a projecção de dois filmes de Luis Buñuel, para assinalar em Lisboa o lançamento do livro. José Neves, o coordenador do livro e co-organizador do ciclo homónimo que lhe deu origem, irá fazer uma breve introdução aos filmes e ao livro.

 

“LAS HURDES de Buñuel, é um espantoso e cruel documentário sobre a mais miserável e atrasada região de Espanha, com sequências famosas: o regato onde bebem e que também é esgoto, o burro morto transformado em colmeia. A melhor explicação para EL ÁNGEL EXTERMINADOR é que, racionalmente, não tem nenhuma. Assim explica' Luis Buñuel a sua obra-prima e o penúltimo filme que dirigiu no México, fábula feroz sobre a burguesia presa dos seus conceitos, preconceitos e ideias feitas, onde um grupo de pessoas é misteriosamente impedido de sair de uma festa.”

 

 

A publicação deste livro foi possível graças ao financiamento da dgArtes Direcção Geral das Artes / Secretaria de Estado da Cultura, e do apoio à edição da Cinemateca Portuguesa.

ISBN: 978-989-8217-28-8. Dimensões: 15x22,5 cm, 408 páginas. Preço: 29,50 euros.

COMPRE O LIVRO (portes de envio incluidos) AQUI.

 

 

Longe da Vista : fascículo disponível
O Lugar dos Ricos e dos Pobres...

28 de Outubro de 2014



Após a apresentação no Porto do livro que reúne os 12 fascículos da série O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal, já está disponível o fascículo Longe da Vista, que pode ser descarregado gratuitamente (versão PDF) no site da Dafne Editora.

Este fascículo corresponde à transcrição da conversa entre João Mário Grilo e Nuno Portas, moderada por José Neves e João Bénard da Costa (1935-2009), em Janeiro de 2008, na sequência da projecção do filme Longe da Vista, de 1986.

 

DESCARREGUE AQUI O SEU FASCÍCULO GRATUITO

OU COMPRE O LIVRO ATRAVÉS DA DAFNE EDITORA

 

20 DE NOVEMBRO / 21H30 / CINEMATECA PORTUGUESA

LAS HURDES

&

EL ANGEL EXTERMINADOR

de

Luis Buñuel

No dia 20 de Novembro pelas 21H30, terá lugar na sala Dr. Félix Ribeiro da Cinemateca Portuguesa, a projecção de dois filmes de Luis Buñuel, para assinalar em Lisboa o lançamento do livro. José Neves, o coordenador do livro e co-organizador do ciclo homónimo que lhe deu origem, irá fazer uma breve introdução aos filmes e ao livro.

 

“LAS HURDES de Buñuel, é um espantoso e cruel documentário sobre a mais miserável e atrasada região de Espanha, com sequências famosas: o regato onde bebem e que também é esgoto, o burro morto transformado em colmeia. A melhor explicação para EL ÁNGEL EXTERMINADOR é que, racionalmente, não tem nenhuma. Assim explica' Luis Buñuel a sua obra-prima e o penúltimo filme que dirigiu no México, fábula feroz sobre a burguesia presa dos seus conceitos, preconceitos e ideias feitas, onde um grupo de pessoas é misteriosamente impedido de sair de uma festa.”

 

 

A publicação deste livro foi possível graças ao financiamento da dgArtes Direcção Geral das Artes / Secretaria de Estado da Cultura, e do apoio à edição da Cinemateca Portuguesa.

ISBN: 978-989-8217-28-8. Dimensões: 15x22,5 cm, 408 páginas. Preço: 29,50 euros.

COMPRE O LIVRO (portes de envio incluidos) AQUI.

 

O Lugar dos Ricos e dos Pobres
Lançamento no Museu de Serralves

17 de Outubro de 2014



17 DE OUTUBRO / PELAS 22H00 / MUSEU DE SERRALVES

 

O livro que reúne os 12 fascículos da colecção O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal vai ser apresentado na livrarida do Museu de Serralves no próximo dia 17 de Outubro, sexta-feira, pelas 22 horas.

 

Qual tem sido, em Portugal, o lugar dos ricos e dos pobres no Cinema? Qual vai sendo o lugar dos ricos e dos pobres na Arquitectura? Como é que o Cinema pensa e olha essa Arquitectura? Pode a Arquitectura pensar e construir-se também a partir desse Cinema? Foram estas questões que levaram à realização de um ciclo de doze filmes promovido pelo Núcleo de Cinema da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa com a coordenação de José Neves. À sua projecção, que aconteceu durante seis meses na Cinemateca Portuguesa, entre Outubro de 2007 e Março de 2008, seguiu-se uma conversa, na maior parte dos casos entre o realizador do filme e um arquitecto convidado. Este livro transcreve essas conversas. 

 

Para assinalar o lançamento do livro terá lugar uma conversa com José Neves, André Tavares e o realizador Pedro Costa*.

 

A publicação deste livro foi possível graças ao financiamento da dgArtes Direcção Geral das Artes / Secretaria de Estado da Cultura, e do apoio à edição da Cinemateca Portuguesa.

ISBN: 978-989-8217-28-8. Dimensões: 15x22,5 cm, 408 páginas. Preço: 29,50 euros.

COMPRE O LIVRO (portes de envio incluidos) AQUI.

 

 

 

 

* A confirmar

 

LAS VEGAS
Conferência de Aron Vinegar

10 de Outubro de 2014



Após as conferências PAINEL, em 2012, MIES DADA, em 2013, e BRASÍLIA, já este ano, é a vez de a Dafne receber um convidado para nos falar de LAS VEGAS. Aron Vinegar, autor do livro I AM A MONUMENT, vem ao Porto para nos contar a história complexa de duas edições do mesmo livro e de como as relações entre os arquitectos e os designers nem sempre são pacíficas.

 

‘Reducks’ 1972, 1977 — AS DUAS EDIÇÕES DE LEARNING FROM LAS VEGAS

CONFERÊNCIA NO CINEMA PASSOS MANUEL 
10 DE OUTUBRO DE 2014, SEXTA-FEIRA, PELAS 21H30

O formato da primeira edição do livro Learning from Las Vegas, de 1972, foi profundamente transformado na edição de 1977. As diferentes sensibilidades patentes nas duas versões são um caminho para examinarmos como experiência, julgamento e criação de sentido têm uma relação crucial com as possibilidades e limitações de registar “sentidos” na configuração de um livro. A primeira edição foi desenhada por Muriel Cooper, chefe do departamento de design do MIT Press e co-fundadora do The Visible Language Workshop, no contexto em que a tipografia e o design entraram na era da computação. A segunda edição foi sobretudo desenhada por Denise Scott Brown. Cooper concebeu um livro que procurava registar a condição urbana de Las Vegas, marcada pela sobrecarga sensorial e de informação. Seria expectável que o design coincidisse com as ideias de Venturi, Scott Brown e Izenour sobre as condições de visibilidade e experiência da cidade. Mas a estratégia de Cooper resultou mais em dissenso do que em interesses partilhados. Na análise dos diferentes formatos é visível como os meios são decisivos para uma certa compreensão da experiência arquitectónica.

 

APRESENTAÇÃO POR ANDRÉ TAVARES

ARON VINEGAR é director do Programa para História de Arte e Cultura Visual na Universidade de Exeter. É autor dos livros I AM A MONUMENT: On Learning from Las Vegas (MIT Press, 2008) e Heidegger and the Work of Art History (Ashgate Press, 2014) e co-editor de Relearning from Las Vegas (University of Minnesota Press, 2009). Está a finalizar dois livros Ontological Indifference and Contemporary Photography e Habitations: On Bodily Habit and Architecture.

Organização: Dafne Editora Apoio Financeiro: Direcção Geral das Artes – Secretaria de Estado da Cultura Apoio Institucional: Ordem dos Arquitectos, Secção Regional Norte ApoiosPassos ManuelCasa do Conto.

 

Poster da exposição ‘Las Vegas Studio’, da página 3 da edição de 1972 de ‘Learning From Las Vegas’

 

Sebentas de História : Colecção Completa
Lançamento de Filarete: a Cidade Ideal

1 de Outubro de 2014



CONFERÊNCIA DE DOMINGOS TAVARES

Cinema Passos Manuel / Porto

Quarta-feira, 1 de Outubro, pelas 21H30

 

PARA CELEBRAR A CONCLUSÃO DA PUBLICAÇÃO DAS SEBENTAS DE HISTÓRIA DA ARQUITECTURA MODERNA

 

Com a apresentação de Filarete conclui-se a publicação das Sebentas de História da Arquitectura Moderna, da autoria de Domingos Tavares. Desde 2003 a Dafne Editora tem vindo a lançar regularmente estes pequenos livros, versando temas do ciclo clássico da arquitectura europeia, desde o Renascimento florentino até ao final do período Neoclássico.

O resultado foi uma colecção de 23 monografias, cada uma sob o título de um artista-arquitecto, onde se dá a conhecer a biografia dos protagonistas enquadrada nos principais temas e preocupações da época em que viveram.

A prosa do autor, arquitecto, oferece ao leitor descrições precisas e atentas dos principais projectos, edifícios e obras de cada época, ao mesmo tempo que os contextualiza nas dinâmicas e tensões sociais que os moldaram. Assim, constrói um retrato vivo da prática da arquitectura capaz de introduzir os leitores nos meandros da sua história.

O lançamento deste livro, 11 anos após a publicação do par Brunelleschi / Neumann (que inaugurou também as publicações da Dafne Editora) confirma que não é fácil, mas é possível, continuar a fazer mais e melhores livros de arquitectura em Portugal. As Sebentas de História da Arquitectura Moderna são a espinha dorsal da Dafne Editora que, entretanto, foi capaz de explorar caminhos complementares para que a história da arquitectura não viva só e seja útil para contruir o presente. Em 2009, a Dafne Editora foi objecto de uma menção especial nos Prémios FAD de Pensamento & Crítica, «pelo cuidado das suas edições, quase intemporal, e a selecção de temas diferentes dos que se manejam e dominam a actualidade.»

No espaço social da biblioteca, nos bancos do metro, na areia da praia ou sob luz confortável do sofá (ou noutro lugar qualquer), as Sebentas de História da Arquitectura Moderna partem agora ao encontro dos seus leitores.

Saiba mais sobre este livro aqui e adquira a colecção em www.dafne.pt ou envie-nos um email para dafne@dafne.pt

 

& também, em breve:

DIA 10 DE OUTUBRO, CONFERÊNCIA LAS VEGAS POR ARON VINEGAR NO CINEMA PASSOS MANUEL, PELAS 21H30

DIA 17 DE OUTUBRO, LANÇAMENTO DO LIVRO O LUGAR DOS RICOS E DOS POBRES... NO MUSEU DE SERRALVES, PELAS 22H00

Filarete: planta de Sforzinda

 

Outono Dafne : livros e não só
Livros e conferências em Outubro

23 de Setembro de 2014



O Verão acabou. Com o Outono chega uma série de novidades da Dafne Editora.

Sebentas de História da Arquitectura Moderna

Com a publicação de Filarete: A Cidade Ideal, fica completa a colecção monografias da autoria de Domingos Tavares. Esta colecção, que é a espinha dorsal da Dafne Editora, começou a ser publicada há 11 anos. Conclui-se agora e para celebrar a ocasião terá lugar no Cinema Passos Manuel uma conferência de Domingos Tavares.

1 DE OUTUBRO DE 2014 / PELAS 21H30 / PASSOS MANUEL / PORTO

CONFERÊNCIA: A CIDADE IDEAL / DOMINGOS TAVARES

 

Las Vegas: conferência de Aron Vinegar

Após as conferências PAINEL, em 2012, MIES DADA, em 2013, e BRASÍLIA, já este ano, é a vez de a Dafne receber um convidado para nos falar de LAS VEGAS. Aron Vinegar, autor do livro I AM A MONUMENT, vem ao Porto para nos contar a história complexa de duas edições do mesmo livro e de como as relações entre os arquitectos e os designers nem sempre são pacíficas.

10 DE OUTUBRO DE 2014 / PELAS 21H30 / PASSOS MANUEL / PORTO

CONFERÊNCIA: REDUCKS 1972, 1977 / ARON VINEGAR

 

O Lugar dos Ricos e dos Pobres na Arquitectura e no Cinema em Portugal

Ao longo de 2014 a Dafne Editora tem vindo a publicar online os fascículos da série O Lugar dos Ricos e dos Pobres... que transcrevem conversas entre realizadores, arquitectos e o público que esteve presente num ciclo de cinema organizado pela Cinemateca Portugesa entre 2007 e 2008. 

Os fascículos estão agora reunídos sob a forma de um belo livro impresso na colecção Fora de Série , que será apresentado na livraria do Museu de Serralves, no próximo dia 17 de Outubro, numa sessão com a participação de José Neves (que coordenou o ciclo de cinema e a publicação do livro), do realizador Pedro Costa (a confirmar) e de André Tavares.

17 DE OUTUBRO DE 2014 / PELAS 22H00 / MUSEU DE SERRALVES / PORTO

APRESENTAÇÃO DO LIVRO: O LUGAR DOS RICOS E DOS POBRES NO CINEMA E NA ARQUITECTURA EM PORTUGAL

 

E como não há três sem quatro, fica a notícia de que já está disponível o sétimo fascículo da colecção O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal, que junta João Botelho e Raul Hestnes Ferreira numa conversa a partir do filme Tempos Difíceis, realizado por João Botelho em 1988.

 

Saiba mais detalhes sobre estes eventos aqui, uma página onde também poderá adquirir estes e outros livros da Dafne Editora .

Fotograma do filme Agosto, de Jorge Silva Melo, reproduzido no livro O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal

 

Peixe-Lua
O Lugar dos Ricos e dos Pobres...

27 de Junho de 2014



Com a publicação de Peixe-Lua, o sexto fascículo da colecção O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal, completa-se a edição da primeira metade desta série.

 

Estes fascículos podem ser descarregados gratuitamente (em formato PDF) na página da Dafne Editora e correspondem à publicação de um ciclo de cinema homónimo organizado entre Outubro de 2007 e Março de 2008 pelo Núcleo de Cinema da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, em colaboração com a Cinemateca Portuguesa.

À projecção dos filmes seguiu-se uma conversa, na maior parte dos casos entre o realizador do filme e um arquitecto convidado e, quase sempre, moderada por José Neves, coordenador do Núcleo, e João Bénard da Costa (1935-2009), então director da Cinemateca. Os 12 fascículos desta colecção transcrevem essas conversas.

O fascículo que está agora disponível, corresponde à conversa entre João Luís Carrilho da Graça, Luís Miguel Cintra, Beatriz Batarda e Ricardo Aibéo, em torno do filme Peixe-Lua, realizado em 2000 por José Álvaro Morais.

 

Visite a página www.dafne.pt e descarregue gratuitamente o PDF aqui.

Este publicação tem o apoio à edição da Cinemateca Portuguesa e foi financiada pela Secretaria de Estado da Cultura / DGArtes, Direção-Geral das Artes

 

Trás-os-Montes
Quinto fascículo da colecção O Lugar dos Ricos e dos Pobres...

2 de Junho de 2014



Já está disponível o quinto fascículo da colecção "O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal", registo da conversa com Pedro Costa, Vítor Gonçalves e António Belém Lima, moderada por José Neves e João Bénard da Costa em Dezembro de 2007, na sequência de uma projecção do filme Trás-os-Montes, de António Reis e Margarida Cordeiro. Ao longo de 2014, com uma regularidade mensal, a Dafne está a disponibilizar gratuitamente na sua página Internet os PDF's com os textos de um livro que, se tudo correr como planeado, será publicado em Setembro próximo. 

Visite a página www.dafne.pt e descarregue gratuitamente o PDF aqui.

Este publicação tem o apoio à edição da Cinemateca Portuguesa e foi financiada pela Secretaria de Estado da Cultura / DGArtes, Direção-Geral das Artes

 

 

Leprosaria Nacional : finalista Premios FAD Pensamento & Critica

19 de Maio de 2014



O livro Leprosaria Nacional foi uma das 6 obras distinguidas pelo júri dos Prémios FAD Pensamento & Crítica 2014. O júri, composto por Juan Calatrava, Antonio Pizza e Moisés Puente atribuiu o prémio ex-aequo às obras La tradición innovada. Escritos sobre regresión y modernidad, de Juan Domingo Santos, e Utopías domésticas. La casa del Futuro de Alison y Peter Smithson, de Nieves Fernández Villalobos.

Publicado pela Dafne Editora em 2013, o livro Leprosaria Nacional mereceu uma das duas menções especiais do júri, "como exemplo significativo dos livros da colecção Equações de Arquitectura, onde se evidencia uma rigorosa aproximação interdisciplinar e uma contribuição extraordinária de documentos originais."

O livro desvenda as histórias de modernidade e ruína do antigo Hospital-Colónia Rovisco Pais, na Tocha, projecto da autoria do arquitecto Carlos Ramos, e contém textos Paulo Providência, Sandra Xavier, Vítor M. J. Matos, Ana Luísa Santos, Luís Quintais e um ensaio fotográfico de Emanuel Brás

 

Saiba mais sobre os Prémios FAD aqui e veja no site www.dafne.pt como adquirir o livro Leprosaria Nacional ou outros livros da Dafne Editora.

No centro da mesa do júri o livro Leprosaria Nacional

 

Brandos Costumes
Quarto fascículo da colecção O Lugar dos Ricos e dos Pobres...

22 de Abril de 2014



Já está disponível o quarto fascículo da colecção "O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal", registo da conversa com Alberto Seixas Santos e Nuno Teotónio Pereira em Novembro de 2007, na sequência de uma projecção do filme Brandos Costumes. Ao longo de 2014, com uma regularidade mensal, a Dafne está a disponibilizar gratuitamente na sua página Internet os PDF's com os textos de um livro que, se tudo correr como planeado, será publicado em Setembro próximo. 

Visite a página www.dafne.pt e descarregue gratuitamente o PDF aqui.

Este publicação tem o apoio à edição da Cinemateca Portuguesa e foi financiada pela Secretaria de Estado da Cultura / DGArtes, Direção-Geral das Artes

 

Leprosaria Nacional : conversa com os autores
Porto Fnac Norteshopping e Lisboa Fnac Chiado

2 de Abril de 2014



Nos próximos dias 2 de Abril, quarta-feira, na Fnac Norteshopping pelas 21h30 & 11 de Abril, sexta-feira, na Fnac Chiado, pelas 18h30, terá lugar uma conversa com autores do livro Leprosaria Nacional, recentemente publicado pela Dafne Editora.

João Paulo Providência, no Porto, e Emanuel Brás, em Lisboa, vão apresentar aspectos dos seus contributos para esta obra colectiva, que também integra textos de Sandra Xavier, Vítor M. J. Matos, Ana Luísa Santos, Luís Quintais, para além de reproduções documentais do projecto do arquitecto Carlos Ramos e de fotografias de Mário Novais.

 

Saiba mais sobre o livro aqui e adquira este ou outros livros da Dafne Editora em www.dafne.pt

 

Brasília : conferência de Guilherme Wisnik
1957–1980: Arquitetura e artes em confronto

27 de Março de 2014



Após as conferências PAINEL, em 2012, e MIES DADA, em 2013, é a vez de a Dafne receber um convidado brasileiro. Guilherme Wisnik vem de São Paulo ao Porto para nos dar a conhecer os processos, nem sempre pacíficos, através dos quais a música e as artes plásticas se envolveram na construção de significados para arquitectura moderna.


CONFERÊNCIA NO CINEMA PASSOS MANUEL
27 DE MARÇO DE 2014, QUINTA-FEIRA, PELAS 21H30

Projectada em 1957, Brasília foi inaugurada três anos depois, coroando a bem sucedida “formação” da arquitectura moderna brasileira e o optimismo desenvolvimentista do governo Juscelino Kubitschek, sob o som da Sinfonia da Alvorada de Tom Jobim e Vinícius de Moraes. Dez anos depois, a nova capital – tomada em 1964 como a sede do poder militar no país – reaparecia como o cenário monstruoso da canção Tropicália de Caetano Veloso, hino do movimento de contracultura. “Bossa” era igualada a “palhoça”, e Brasília, signo progressista do futuro, passava a soar como reencarnação dos arcaísmos nacionais, monumento aberrante plantado no Planalto Central do país, com edifícios sem porta. A idealização do progresso estava sob o ataque das artes, em obras como “Brasil diarreia” de Hélio Oiticica ou a carnavalização antropofágica de Zé Celso Martinez Corrêa. Em 1980, no filme A Idade da Terra, Brasília foi o cenário escolhido por Glauber Rocha para filmar a vida de Cristo no Terceiro Mundo, em tom sebastianista, escancarando a face épica e contraditória desse grande símbolo. As artes unidas contra a arquitectura? Qual a resposta da arquitectura brasileira contra esse golpe mortal?

 

 

APRESENTAÇÃO POR MARIA MANUEL OLIVEIRA

Guilherme Wisnik é arquitecto pela Universidade de São Paulo (FAU-USP), onde ensina História da Arte e da Arquitectura. É autor de monografias sobre Lucio Costa (Cosac Naify, 2001) e Caetano Veloso (Publifolha, 2005). A sua tese de doutoramento explora as relações entre arte e arquitectura contemporânea (Dentro do nevoeiro, 2012). Actua como crítico e curador, tendo sido Curador Geral da Bienal de Arquitetura de São Paulo em 2013, Cidade: modos de fazer, modos de usar.

 

Organização: Dafne Editora Apoio Financeiro: Direcção Geral das Artes – Secretaria de Estado da Cultura Apoio Institucional: Ordem dos Arquitectos, Secção Regional Norte Apoio à divulgação: Estratégia Urbana ApoiosPassos ManuelCasa do Conto.

 

Caetano Veloso veste o Parangolé P4, de Hélio Oiticica, 1968

 

Belarmino
Terceiro fascículo da colecção O Lugar dos Ricos e dos Pobres... com Fernando Lopes e Alexandre Alves Costa

24 de Março de 2014



Já está disponível o terceiro fascículo da colecção "O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal", registo da conversa com Fernando Lopes e Alexandre Alves Costa em Novembro de 2007, na sequência de uma projecção do filme Belarmino. Ao longo de 2014, com uma regularidade mensal, a Dafne está a disponibilizar gratuitamente na sua página Internet os PDF's com os textos de um livro que, se tudo correr como planeado, será publicado em Maio próximo. 

Visite a página www.dafne.pt e descarregue gratuitamente o PDF aqui.

Este publicação tem o apoio à edição da Cinemateca Portuguesa e foi financiada pela Secretaria de Estado da Cultura / DGArtes, Direção-Geral das Artes

 

& ainda, esta semana:

QUINTA-FEIRA, 27 DE MARÇO, 21H30

CONFERÊNCIA DE GUILHERME WISNIK

BRASÍLIA: ARQUITECTURA E ARTES EM CONFRONTO

PORTO: CINEMA PASSOS MANUEL

Mais informações em www.dafne.pt

 

Juventude em Marcha
Segundo fascículo da colecção O Lugar dos Ricos e dos Pobres... com Pedro Costa e Manuel Graça Dias

14 de Fevereiro de 2014



Já está disponível o segundo fascículo da colecção "O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal". Ao longo de 2014, com uma regularidade mensal, a Dafne está a disponibilizar gratuitamente na sua página Internet os PDF's com os textos de um livro que, se tudo correr como planeado, será publicado em Maio próximo. 

O ciclo de cinema homónimo foi organizado pelo Núcleo de Cinema da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, em colaboração com a Cinemateca Portuguesa, onde aconteceu durante seis meses, entre Outubro de 2007 e Março de 2008. À projecção dos filmes seguiu-se uma conversa, na maior parte dos casos entre o realizador do filme e um arquitecto convidado e, quase sempre, moderada por José Neves, coordenador do Núcleo, e João Bénard da Costa (1935-2009), então director da Cinemateca. Os 12 fascículos desta colecção transcrevem essas conversas.

O segundo fascículo, que está agora disponível, corresponde à conversa entre Pedro Costa e Manuel Graça Dias, em torno do filme Juventude em Marcha, de 2006.

Visite a página www.dafne.pt e descarregue gratuitamente o PDF aqui.

Este publicação tem o apoio à edição da Cinemateca Portuguesa e foi financiada pela Secretaria de Estado da Cultura / DGArtes, Direção-Geral das Artes

Juventude em Marcha

 

Paulo Rocha e Souto de Moura
Primeiro fascículo da colecção O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal

21 de Janeiro de 2014



Está disponível o primeiro fascículo da colecção "O Lugar dos Ricos e dos Pobres no Cinema e na Arquitectura em Portugal". Ao longo de 2014, com uma regularidade mensal, a Dafne vai disponibilizar gratuitamente na sua página Internet os PDF's com os textos de um livro que, se tudo correr como planeado, será publicado em Maio próximo. 

O ciclo de cinema homónimo foi organizado pelo Núcleo de Cinema da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa, em colaboração com a Cinemateca Portuguesa, onde aconteceu durante seis meses, entre Outubro de 2007 e Março de 2008. À projecção dos filmes seguiu-se uma conversa, na maior parte dos casos entre o realizador do filme e um arquitecto convidado e, quase sempre, moderada por José Neves, coordenador do Núcleo, e João Bénard da Costa (1935-2009), então director da Cinemateca. Os 12 fascículos desta colecção transcrevem essas conversas.

O primeiro fascículo, que está agora disponível, corresponde à conversa entre Eduardo Souto de Moura e Paulo Rocha (1935-2012) em torno do filme Verdes Anos, de 1963.

Visite a página www.dafne.pt e descarregue gratuitamente o PDF aqui.

Este projecto editorial tem o apoio à edição da Cinemateca Portuguesa e foi financiado pela Secretaria de Estado da Cultura / DGArtes, Direção-Geral das Artes

 

 

Verdes Anos, Ilda e Júlio

 

Ano Novo Livro Novo
Sebastiano Serlio e a tratadística do Renascimento

7 de Janeiro de 2014



Para começar um ano novo, nada como um livro novo.

A Dafne Editora deseja aos seus leitores e amigos um feliz 2014, inaugurando o ano com a publicação do livro Sebastiano Serlio, tratadismo normativo, uma nova Sebenta de História da Arquitectura Moderna da autoria de Domingos Tavares.

No século XVI, os livros de Serlio estabilizaram métodos e sistemas de projecto, configurando uma regra clássica transmissível e passível de ser usada por arquitectos de todos os lugares. Não só as cinco ordens da arquitectura ganharam forma precisa, como o reportório de formas que codificou e se generalizaram ao ponto de ter direito a uma janela com o seu nome, a "serliana", um vão triádico com arco central.

 

Saiba mais sobre o livro aqui e adquira este ou outros livros da Dafne Editora em www.dafne.pt

 

Publicações recentes da Dafne Editora:

Isabel Lopes Cardoso (ed.), Paisagem e Património

P.Providência e S. Xavier (coord.), Leprosaria Nacional

Duarte Belo, A Linha do Tua

Moshen Mostafavi (ed.), Prémio Aga Khan para a Arquitetura 2013

 

Sebastiano Serlio, frontispício do livro Terceiro

 
2018  2017  2016  2015  2014  2013  2012  2011  2010  2009  2008  2007  2006  2005  2004 
 
Se pretende receber novidades da Dafne Editora, subscreva o nosso correio electrónico.

Subscrever